Delegacia de Crimes Contra a Propriedade Imaterial da PCPE tem reconhecimento nacional.


A equipe da Delegacia de Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DEPRIM) da Polícia Civil de Pernambuco e que tem como titular o Delegado Germano Cunha Bezerra, é, mais uma vez destaque Nacional.

As premiações ocorreram durante as participações, no início de setembro, nos Simpósio da Pirataria Tradicional e Online (Rio de Janeiro) e Seminário de Combate aos Mercados Notórios e às Violações dos Direitos da Propriedade Intelectual (Porto Alegre), onde além de ser palestrante, a equipe da DEPRIM/PE representada pelo Delegado Germano Bezerra recebeu duas honrarias, uma oriunda da Embaixada Americana (US. Department of Homeland Security) e outra do Grupo de Proteção à Marca (BPG)."Temos uma equipe coesa, porém de profissionais que se dedicam diuturnamente, de forma ética e legal, à intensa missão de combater a pirataria em todo o Estado de Pernambuco" comemorou o delegado.

Nos últimos três anos e seis meses de atuação a Especializada tem números que falam por si só. Foram mais de 1.300.000,00 (um milhão e trezentos mil) produtos falsificados retirados de circulação, o que gera uma estimativa de mais de R$ 26.000.000,00 (vinte e seis milhões de reais) em produtos apreendidos. Somando-se a isso, no mesmo períod

o, 56 criminosos foram presos e mais de 72 toneladas em produtos falsificados foram destruídos. Tais fatos refletem a qualidade e bom desempenho da DEPRIM/PE e da Polícia Civil de Pernambuco com trabalhos de destaque no cenário nacional de combate a pirataria.

Além dos citados prêmios, em agosto passado a Delegacia de Crimes Contra a Propriedade Imaterial teve reconhecimento e foi premiada durante o Fórum Nacional de Combate à Pirataria, realizado na Academia Integrada de Defesa Social de Pernambuco, onde a APROVA (Associação Brasileira das Empresas de Reprodução Automática de Áudio, Vídeo e Similares) concedeu também para a mesma equipe mais uma honraria.

Fonte e créditos de imagem: Polícia Civil de Pernambuco