Criminosos do DF fabricam e vendem álcool em gel pirata na web

Estelionatários, que estão sendo alvos da Polícia Civil do DF, da Vigilância e do Procon, misturam até gel de cabelo no produto.Com alta demanda e pouca oferta, criminosos estão aproveitando para lucrar com a venda de álcool em gel na internet. O produto é uma das principais armas no combate ao novo coronavírus.


Com fábricas clandestinas e manipulação inadequada de líquidos inflamáveis, infratores colocam a vida de outros e a própria vida em risco. Os itens usados nas misturas variam de gel para cabelo, solução para ultrassom e etanol.

A fabricação é feita de forma improvisada, em casas e galpões no Distrito Federal. Os itens, de baixo custo e eficácia não comprovada, após misturados, embalados e rotulados, são vendidos em grande escala para farmácias e na web.

O preço final para o consumidor, mesmo se tratando de um produto clandestino, é salgado. Varia de R$ 25 a R$ 50 a unidade.




Fonte: www.metropoles.com/distrito-federal/criminosos-do-df-fabricam-e-vendem-alcool-em-gel-pirata-na-web