Receita Federal, Polícia Civil/RJ e Polícia Federal fazem a maior apreensão de aparelhos de tv box d

Operação conjunta dá prejuízo de R$ 50 milhões ao crime organizado.

Uma operação conjunta entre Receita Federal, Polícia Civil e Polícia Federal, que se encontra em andamento nesta sexta-feira (9/10), está resultando em diversas apreensões simultâneas no Porto de Itaguaí e nos Portos Secos de Nova Iguaçu e Resende, em todo o Estado do Rio de Janeiro.


As apreensões são decorrentes de trocas de informações de inteligência entre a Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal, a Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil e a Polícia Federal.Inúmeros contêineres estão sendo vistoriados e já foram apreendidos mais de 60.000 aparelhos de tv box, que são utilizados para acessar canais de televisão burlando os serviços oficiais dos produtores, em violação a direitos autorais, crime contra a propriedade imaterial e contrabando.


A apreensão já representa um prejuízo superior a R$ 50 milhões ao crime organizado, especificamente a grupos de milicianos que se dedicam ao contrabando e a essa modalidade criminosa.


A Receita Federal informa que esta apreensão é a maior da história do país em relação a aparelhos de tv box. A tendência é que o número de aparelhos apreendidos ainda aumente no decorrer da operação.


Após as apreensões e os procedimentos administrativos da Receita Federal, todas as informações serão direcionadas para que a Polícia Federal dê prosseguimento às investigações na apuração de crimes de competência da Justiça Federal.