top of page

Grupo que importou ilegalmente mais de 70 mil garrafas de vinho para o RS é alvo de operação da PF

Um carro e 120 caixas de bebidas foram apreendidas na ação; mais R$ 3 milhões em impostos federais deixaram de ser pagos, segundo a investigação


A Polícia Federal do Rio Grande do Sul deflagrou, na manhã desta quarta-feira (23), a operação Reino Proibido, contra uma organização suspeita de importar de forma ilegal mais de 72 mil garrafas de vinhos da Argentina para o Estado. Foram apreendidas 120 caixas de bebidas durante o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão em Eldorado do Sul e um em Cachoeirinha, na Região Metropolitana. Um veículo, em nome de um dos investigados, também foi apreendido durante a ação.


A PF estima que o grupo realizava cerca de 10 viagens por mês para a Argentina e que, até o momento, mais de R$ 3 milhões em impostos federais referentes à importação não foram recolhidos.


A investigação começou em abril deste ano, após um homem ser preso com 392 garrafas de vinho sem procedência em Lajeado, no Vale do Taquari. Segundo a PF, na época, ele não apresentou o comprovante de pagamento dos tributos de importação.


Posteriormente, a PF identificou que a carga apreendida pertencia ao dono de uma loja de bebidas em Eldorado do Sul.


O nome da operação faz referência a um dos investigados, que, conforme a investigação, dizia aos amigos que iria se tornar o "Rei dos Vinhos".


Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/seguranca/noticia/2022/11/grupo-que-importou-ilegalmente-mais-de-70-mil-garrafas-de-vinho-para-o-rs-e-alvo-de-operacao-da-pf-clau3pubu00ey0170q0839wkj.html

bottom of page